Quanto tempo vai levar pra eles rasgarem as Bíblias também? -por Lya Alves


Os grupos Arco-íris, Liberdade e Attitude de São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, estão  manchando de vermelho vários outdoors do pastor Sílas Malafaia, que tem uma mensagem: "Em favor da família e da preservação da espécie. Deus fez macho e fêmea.".






O outdoor do pastor que milita contra a PL 122 foi uma mensagem aos homossexuais., segundo o próprio confirma. Mas então fica a pergunta: desde quando Deus autorizou alguém a usar a Bíblia como metralhadora giratória? Jesus confrontou o governo ne a política no seu tempo, mas com coerência. Não se filiou a nenhum dos partidos políticos do seu tempo e tambpuco fez campanha pra que seus seguidores apoiassem um deles."meu Reino não é deste mundo"-dizia Jesus, O Cristo.  Deus é teocrático. Não tem parte com governo nenhum nesta terra. Os governantes é que deveriam ser sábios se filiando a ele, sabendo que "Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor".

Da primeira vez que vi estes outdoors na rua, pensei comigo: "caramba, com +- R$900,00 de cada outdoor desse, eu alimentava muita gente, afinal, estou em Niterói, terra arrasada pela chuva no ano passado.O pessoal do Morro do Bumba está na mesma até agora.

Mas Silas, embora tenha uma militância importante com relação a aborto e  os vícios constitucionais da PL 122, se excedeu, colaborando com a "Guerra Santa", a atitude dele me preocupa. Por que atiçando esse fogo, logo logo, vão começar a queimar Bílblias em praça pública e esta artista/blogueira/quase teóloga que vos fala será presa por pregar o Evangelho através da pregação, da arte e da própria vida.

Não concordo com dinheiro de igreja desperdiçado em campanha política. Tenho minha posição com relação a homossexualismo. Também tenho amigos queridos que são homossexuais e nenhum deles me vê como homofóbica. 

Fico aqui pensando na falta que faz um homem como Gamaliel, que ponderava e sabia que precisava de tempo para pensar ates de agir. Pela falta de homens ponderados como ele em outras épocas, os judeus amargaram  animais imundos no Templo. 

Sejamos sinceros: a homofobia está aí e é menos divulgada do que pensamos. Mas não é prática de evangélicos, como acusam os militantes. Vamos ponderar como Gamaliel, a prioridade não é a vida? Se homossexuais estão morrendo ou correndo risco será que não devemos ouvi-los? Se todas as leis pró-homossexuais forem aprovadas, será isso um problema maior?.Acho que esta é uma boa hora pra parar e pensar. A menos que o homossexualismo se torne obrigatório e as Bíblias sejam rasgadas, não acho problema.  Não ignoro a inconstitucionalidade da Pl 122 e as brechas que favorecem a pedofilia.( Não aprovo pedofilia). Claro que teremos o mesmo problema que os Estados Unidos tem com relação a assédio sexual: nos Estados Unidos não se pode dizer "bom dia"  porque isso já é considerado Assédio. É o efeito colateral. De acordo com a PL 122, não poderemos dizer um simples "não" a homossexuais e já seremos processados. Mas se esse for o sacrifício pra salvar vidas...Talvez cheguemos aqui a ponto semelhante ,visto que a militância gay tem demonstrado seu caráter  revanchista e rancoroso. Mas se chegarmos, paciência.

Os homossexuais querem seus direitos - eu pergunto e daí? Nós também não queremos?
Eles querem processar todo mundo que não os aceitarem dentro de suas casas-  e daí? aprendamos a incluir pessoas.
Querem processar todo mundo que os discrimina - e daí?Sejamos menos preconceituosos.
Vão botar na cadeia quem estiver contra eles - e daí? Os presos vão ouvir o evangelho como nunca, alguns cristãos vão morrer e o cristianismo vai crescer como sempre aconteceu.
E a pedofilia? - Oque não tem impunidade neste Brasil? A pedofilia é só mais um c
rime  num país onde as mães prostituem suas crianças pra sobreviver. No governo de Dilma/Temer/Collor/Sarney, garanto que a pedofilia ainda que abominável, será o menor dos problemas.

Não seria esta a hora de, uma vez que ainda não foi declarada a "guerra" entre homossexuais e cristãos, a gente deveria começar a amar nossos "inimigos". Mesmo sabendo que cedo ou tarde eles vão queimar nossas Bílbias e nos proibir de ir a igreja? Que tal a gente começar a apoiar as causas civis contra a violência, contra a homofobia? Que medo é esse? É o medo do Maranatta? Ou a teologia escatológica recente e fraca sobre o "arrebatamento da igreja antes da tribulação" começa a desmoronar através dos fatos do dia a dia? O marketing do filme "Deixados para trás" não parece tão bom agora?

A mensagem do Evangelho é de Paz, Amor, Fraternidade. Oque foi feito dela ao longo da história não alterou em nada o seu conteúdo. Não importa o quanto os homossexuais militantes queiram ver os evangélicos como homofóbicos, continuaremos seguindo a Deus. Não importa o quanto pastores como Silas Malafaia venham distorcer o uso do evangelho, continuarei seguindo a Deus.

Não sei quanto tempo levará para rasgarem as Bíblias no Brasil. Mas quando aprovarem a PL 122 e o cristianismo for proibido, no Brasil continuarei seguindo a Deus, lendo a Bíblia e praticando seus ensinamentos, que não incluem ódio, intolerância ou exclusão.

Em Cristo,
Lya Alves



3 comentários:

atual disse...

Mas não dá pra fazer relação de uma coisa com a outra. Tem muito homossexual que é cristão e com com caráter muito mais forte do que vários pastores, e isto é fato. Agora, o Silas exagerou. Se ele acredita tanto no poder de Deus, acho que ele deveria acreditar que Deus não deixaria que existissem homossexuais. Isso na opinião dele.

A igreja deve promover o AMOR ENTRE AS PESSOAS, e não criar guerras. Porque sim, se guerras forem necessárias, elas existirão. Ninguém mais baixa a cabeça para este tipo de comportamento imbecil e pouquíssimo evoluído que é o preconceito.

Lya Alves disse...

Isso aí, concordo contigo. Ser cristão não é parâmetro de caráter. Judas seguia Jesus e era ladrão.
Quanto ao Silas, tá "viajandão', como dizemos aqui.
A igreja é de Cristo e para Cristo. Não do Silas(nem de ninguém) pra política.
Abaixo o preconceito!Contra os cristãos também gente, dá uma ajudinha aí, rsrs.

Mauricio Mazza disse...

Certo dia ouvi uma pessoa culta dizer que os homosexuais não deveriam desfilar pela paulista e provocar os joves. Faça me o favor. Todos tem o direito de tocar suas vidas e o direito constitucional de ir e vir.

Apoio total Lia. Cristãos que exageram denigrem a imagem e pensamentos dos cristãos "cristãos"de fato.

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou sua opinião, é com você que esse espaço cresce!

Blogs que amamos.

A Patotinha do site